PIS COFINS



O PIS e a COFINS são contribuições obrigatórias feitas por Pessoas Jurídicas Privadas – empresas. As duas contribuições são feitas ao governo a fins de financiar a seguridade social e benefícios trabalhistas aos empregados das empresas no Brasil. Essas contribuições são obrigatórias para a empresas que se enquadrem no perfil de pagamento.

PIS COFINS

PIS COFINS

PIS

O PIS – Programa de Integração Social – é uma contribuição mensal feita pelas empresas para financiar benefícios sociais consolidados como o seguro desemprego e o Abono Salarial. Todas as empresas privadas que sigam as normas da CLT – Consolidação das Leis Trabalhistas – são obrigadas a cumprir a contribuição do PIS. A Base do cálculo dessa contribuição é bastante semelhante à do COFINS, por isso muitas vezes conhecidos como PIS COFINS, já que seu cálculo pode ser facilmente feito junto. O Valor da alíquota do PIS é de 0,65% sobre o faturamento da empresa, isso é, a renda bruta mensal da pessoa Jurídica. Mesmo empresas que optem pelo Simples Nacional precisam pagar o tributo, exceto que nesses casos ele já vai estar incluso no valor do Simples.

Ambos os tributos, PIS COFINS, têm 3 possibilidades de incidência:

  • É pago sobre o faturamento de empresas privadas;
  • É pago sobre a folha de salários de entidades de relevância social descritas pela lei;
  • É pago sobre a arrecadação e recebimento mensal de recursos públicos, no caso de entidades e empresas públicas;

Além disso, vale lembrar que é isento de pagamento do PIS e da COFINS sobre rendimentos e receitas decorrentes de exportação, além de estarem isenta das duas contribuições entidades de assistência social que estejam de acordo com a lei CF/88, art. 195, § 7º. , além de outras imunidades listadas no site da Receita Federal.

COFINS

A COFINS – sigla para Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social – é uma contribuição feita pelas empresas brasileiras que tem como objetivo financiar a previdência social, a assistência social dos brasileiros e a saúde no país. A contribuição à COFINS é obrigatória a todas as empresas no país incluindo as microempresas. Entretanto as micro e pequena empresas que tenham optado pelo regime do Simples Nacional, a contribuição da COFINS já estará embutida dentro do valor do SIMPLES.

O cálculo do tributo leva em consideração o faturamento mensal da empresa, isso é, o faturamento bruto da empresa, sem desconto dos custos e gastos. Entretanto alguns tipos de faturamento podem ser excluídos da conta, como os valores faturados que já tenham embutidos:

  • Valor do IPI;
  • Valor do ICMS;
  • Valores de vendas que tenham sido canceladas;
  • Das receitas que venham da venda do patrimônio da empresa;
  • Entre outros.

Para consultar a lista completa, visite o site da Receita que fala sobre esse assunto.

Veja também: Calendário do PIS 2017.

A alíquota de pagamento da COFINS, quando contribuída cumulativamente ao PIS, é de 3%, segundo dados da Receita Federal. O pagamento da contribuição deve ser feito mensalmente pelas empresas, sempre até o último dia útil do segundo decêndio subsequente do Mês base de cálculo.

Avalie:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votes, average: 4,60 out of 5)
Loading...

Deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *