Seguro Desemprego 2017



Com o aumento nítido das taxas de desemprego apresentadas no Brasil no ano de 2016, devido a uma crise econômica, política e social, a qual, ainda não consegue ser resolvida, uns dos benefícios sociais mais importantes que o Governo deve se preocupar em fazer o pagamento correto é o Seguro Desemprego 2017. Por isso, já existem discussões dentro do Governo Federal sobre como o pagamento desse incentivo dado a quem foi demitido sem justa causa vai ser feito, inclusive com algumas mudanças nas regras, as quais, dificultarão ainda mais o acesso da população a esse direito consolidado. Lembrando ainda que os demitidos por justa causa ou que solicitaram a demissão não têm direito a sacar o seguro desemprego.

Seguro Desemprego 2017

Seguro Desemprego 2017 – Consulta Seguro Desemprego, como agendar

Cálculo do Seguro Desemprego 2017

O valor da parcela do Auxílio Desemprego leva em consideração o valor dos 3 últimos salários do trabalhador, a quantidade de meses trabalhados pelo mesmo antes da solicitação do benefício, e se o mesmo recebeu ou não o seguro nos últimos 36 meses.

O trabalhador que estiver recebendo o seguro desemprego não perde o direito de sacar o Abono Salarial, desde que se enquadre nas regas da Caixa e do Ministério do Trabalho.

Tabela Seguro Desemprego 2017

Valor do salário (média dos 3 últimos meses) Valor da parcela
Menor que R$ 1360,70 Salário médio * 0,8
Entre R$ 1360,71 e R$ 2268,05 R$ 1088,56 + (o que  excede R$ 1360,70 * 0,5)
Maior que R$ 2268,05 R$ 1542,24

Caixa Seguro Desemprego 2017

Com o Seguro Desemprego 2017, esse sofrimento acaba sendo amenizado, pois, enquanto existe a busca por algum outro emprego, a pessoa terá um dinheiro para se sustentar e manter as contas em dia, sem entrar em um terrível processo de endividamento, pelo menos, por alguns meses. O requerimento do benefício pode ser solicitado a partir da página Empregador Web, do Ministério do Trabalho.

Além disso, esse direito conquistado pelos trabalhadores brasileiros, faz com que os empresários acabem ficando receosos de demitir um trabalhador, já que sabe que se isso ocorrer, ele terá uma pequena responsabilidade em cima do pagamento do seguro desemprego do funcionário que ele demitiu e isso acaba sendo um gasto que os empresários não querem arcar.

Novas regras do Seguro Desemprego 2017

Para o ano de 2017, existirão algumas novas regras, as quais, tentam compensar o desequilíbrio financeiro do Governo Federal, dificultando o acesso dos trabalhadores a esse benefício estabelecido por lei, confira essas novas regras abaixo:

  • Será preciso trabalhar por doze meses seguidos para pedir o Seguro Desemprego 2017 pela primeira vez;
  • Caso seja a sua segunda solicitação do seu Seguro Desemprego 2017, você terá que comprovar ter trabalhado nove meses seguidos;
  • Por fim, se for um terceiro requerimento do Seguro Desemprego 2017, é necessário a comprovação que houve seis meses de trabalho interruptos.

Apesar dessas mudanças, as regras gerais do seguro desemprego 2017 não foram modificas, que são o trabalhador ter sido demitido sem justa causa, não receber qualquer outro benefício trabalhista (exceto pensão por morte e auxílio-acidente) e estar no mínimo 16 meses sem receber esse auxílio. O valor do seguro desemprego é reajustado anualmente, de acordo com o reajuste do salário mínimo, e leva em consideração o valor da média dos últimos 3 meses de vencimentos do trabalhador.

Como receber o seu seguro Desemprego 2017

Para quem for demitido e quiser solicitar esse direito adquirido, basta passar em qualquer posto de atendimento do Ministério do Trabalho e Previdência Social, levando junto com você a sua carta de demissão e a homologação dessa atitude, além claro, dos seus documentos pessoais, com esses passos, você será agraciado pelo Governo e pode procurar um novo emprego com um pouco mais de tranquilidade.

Avalie:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe seu comentário!

Os comentários estão desativados.